segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Williams confirma saída de ainda acionista Wolff para assumir cargo de diretor na Mercedes


A Williams confirmou na manhã desta segunda-feira (20) a saída de Toto Wolff, diretor-executivo do time de Grove. A informação já havia vazado no domingo, quando o jornal alemão ‘SportBild’ cravou a mudança. O dirigente austríaco vai assumir uma posição de comando na Mercedes.

Em nota, a Williams explicou que Wolff deixará a direção da equipe, mas seguirá entre seus acionistas. Ainda, o time de Frank Williams afirmou que as funções de Toto serão distribuídas entre outros membros do time.



“Gostaria de agradecer Toto por seu trabalho duro, dedicação e comprometimento com o time durante seu tempo como diretor”, agradeceu Frank Williams. “Ele foi um apoio chave para mim como diretor-executivo na última temporada, me substituindo em algumas corridas onde eu não pude comparecer.”
 
“Entretanto, posições como a que lhe foi oferecida pela Mercedes não aparecem toda hora. Toto tem uma longa história com eles e eu certamente não ficaria no caminho dele para aceitar esta oportunidade única”, comentou. “Toto manterá sua participação na Williams e sempre terá um lugar em Grove, mas não se engane: vamos lutar duramente com ele na pista!”, alertou.
 
Williams destacou que Wolff será um grande trunfo para a Mercedes, mas reforçou que o grupo da Williams dará continuidade ao trabalho. “Tenho certeza que ele será um grande trunfo para a Mercedes e em nome de todo o time, gostaria de desejar a ele toda a sorte em seu novo papel”, falou. “Tenho sorte de ter um grupo de pessoas muito profissionais ao meu redor e o Comitê Executivo continuará o trabalho que tem feito para garantir um futuro de sucesso”, encerrou. 

Fonte: Grande Prêmio


*****

Esse Toto já não me descia antes, agora então. Pra mim, é meio antiético. O cara é acionista da Williams e vai assumir "uma posição de comando" na Mercedes. Como vai ficar essa relação?!? Ele vai ter ciência de tudo o que acontece na Williams, e de tudo da Mercedes?!?! Meio estranho né? Mais estranho ainda é o fato dele ser acionista, braço direito do Tio Frank, enfia a mulher dele como piloto de desenvolvimento, coloca o seu piloto como titular da equipe de Grove e depois sai, pra Mercedes.
Mas vamos ter que aguardar pra ver como ficará isso tudo.

Beijinhos,
Ana 

2 comentários:

Olegardo Lara Gu The Untouchable disse...

Será que isso é um sinal de que a williams tera motores alemães para 2014 quando as regras mudam???

Ana Carolina disse...

Não havia pensado nisso, mas pode ser um indício de que a Williams vai ter outro fornecedor de motores. Se bem que ainda prefiro os motores Renault.

Beijinhos,
Ana